Nem te conto

Categoria: Autor:  

Era uma vez um sonhador que gostava de escrever versos — versos de amor às suas origens, às tradições, ao chão que o viu nascer e se tornar homem. Bem gastava seus dias junto à lareira, na companhia dos cães e das fiéis musas inspiradoras, escolhendo palavras, juntando sílabas e formando rimas. Com orgulho, mas sem perder a humildade dos que sabem que aquilo que se ignora é infinitamente superior ao que se conhece, viu seus versos se transformarem em músicas e essas músicas em campeãs de festivais naquele recanto do país que tem sua vida cultural forjada na estética do frio.
Certo dia, esse sonhador poeta foi provocado. A prosa lhe bateu à porta. Inconsequente, aventureiro e talvez com algum tempo vago, simplesmente respondeu “sim” ao convite. Ele não sabia, mas era um caminho sem volta e o resultado você tem em mãos. Com uma vida dedicada à poesia, Carlos aceitou um convite despretensioso para que participasse de oficina literária de conto oferecida pela Pragmatha, editora que já havia publicado uma obra sua, Borboletras.
E sabe que gostou? Carlos é um escritor dedicado, que se experimenta em desafios diversos, faz pesquisas, contrapõe, observa o que funciona e o que poderia ser melhor em cada narrativa… Questiona-se o tempo todo e cultiva aquela saudável inquietação quanto à qualidade de seus textos. Se é possível fazer melhor, lá está ele redesenhando, testando novas estruturas, arriscando…
As próximas páginas são uma aventura literária. As narrativas transitam pelo romance, pela crítica social, pela inspiração histórica… E demonstram a plasticidade do escritor, que, tal qual sua criação, tem na vida e suas dobraduras a principal fonte de inspiração.
Desejo uma ótima leitura.

Sandra Veroneze / Editora

 

Adquira a obra com o autor, pelo WhatsApp 51 99217-7641

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Nem te conto”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *