Linha Fão e Rincão dos Caixões – Uma história de quilombos no Rio Grande do Sul

Categoria: Tags: , , , , Autor:  

A obra, de Maria Do Carmo Moreira Aguilar, aborda os seguintes temas:

Temas:

. Quilombos Linha Fão e Rincão dos Caixões: a formação de um território negro no Planalto/RS

. A escravidão no diálogo entre história e memória

. Análise da demografia: e a, nem sempre cativa, população parda e preta (1872 – 1890)

. Nascer nos quilombos Linha Fão e Rincão dos Caixões

. Terras de trabalho e terras de negócio: mudanças na região pesquisada, parte I.

. A produção de banha e o cultivo de trigo: a expansão agrícola local

. Ele era o velho mais desgraçado pra tomar as terras dos pobres: a expropriações territoriais na linha Fão

. Andar vagando no mundo: itinerância, família e relações de trabalho (1940-1960)

. Terras de trabalho e terras de negócio: mudanças na região pesquisada, parte II

. Andar aqui e ali para buscar melhora: a família em movimento

. Alvenaria, beira-chão e meia-água: as moradias em itinerância

. Lá é a terra natal, dos antigos é preciso visitar: o retorno ao território

. Uma enxada e muitas lembranças: trabalho e itinerância

. Parceiros, agregados e peões: a essência dos tratos e contratos em itinerância

. Queriam fazer a gente de escravo: os conflitos e quebras dos tratos verbais

. Debates e propostas de reordenação do mercado de trabalho entre 1870-1880

. Relações de trabalho estabelecidas entre libertandos e senhores e entre libertos e empregadores

. As ocupações profissionais dos libertos de Cruz Alta

. As dificuldades de regulamentação das relações de trabalho sem Código Civil

. Propostas e projetos de controle da mão de obra livre e liberta

. As experiências de trabalho e embates para conquistar direitos entre 1880 e 1888

. Tentativas de controle da mão de obra liberta no Rio Grande do Sul

. Conflitos agrários e as possibilidades de trabalho autônomo

. A cor nos locais de trabalho

. Tratos e contratos verbais:  negociações e conflitos

. A abolição e as décadas seguintes – 1888 a 1950

. A noção de raça: algumas considerações

. O finado meu avô também era bem preto, os que eram preto é que sofriam: hierarquias raciais no pós-abolição.

. Os morenos não podiam entrar nos bailes, daí faziam os divertimentos deles: a cor nas festas

. Um, entre muitos discursos sobre a imigração entre 1890 e 1900

. Preparando a casa para os imigrantes

. E chegam os imigrantes

.  A precarização da mão de obra nacional livre e liberta

. Provendo a subsistência de forma autônoma

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Linha Fão e Rincão dos Caixões – Uma história de quilombos no Rio Grande do Sul”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *