Rugas

Olhou demoradamente para o espelho… Viu o tempo que passou! Viu a vida que viveu e que ficou tatuada em cada ruga de seu rosto. Viu a história do tempo, a memória da saudade, a trajetória de seus dias, a presença da idade que estampada está no seu rosto de menina, mulher e idosa! Viu o tempo que depressa, sem pressa e com pressa, viajou pelo seu corpo e ficou desenhado no seu rosto! Vê a sua idade passada, presente e futura grudada no seu rosto enrugado!

Por Roselena de Fátima Nunes Fagundes

……..
Texto integrante do projeto de exercício literário proposto pela Pragmatha Editora em suas redes sociais. Participe! Em caso de dúvida, converse com a editora Sandra Veroneze pelo e-mail sandra.veroneze@pragmatha.com.br

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp