Rosana Almeida

Rosana Batista Almeida é baiana, de Salvador. Desde a pré-adolescência escreve poesias e se mostra com preocupações com temas como a solidão, a comunicação entre as pessoas, preservação ambiental e indagações sobre o ser em si. As viagens, com seus pais e irmãs, sempre povoaram sua infância e adolescência. Participa, já na escola secundária, de concurso de poesias, no qual é vencedora.

Em 1992 e 1993, é contemplada a ingressar na Universidade Federal da Bahia nos cursos de engenharia civil e psicologia, optando pelo primeiro. Graduada, desenvolve pesquisa na área de meio ambiente, como mestranda, na Universidade Federal de Pernambuco.

A partir de 2003 desenvolve trabalhos na área ambiental, na esfera pública. Escreve artigos científicos nesta área, com interface com a Mecânica dos Solos. Em 2014, participa do primeiro concurso literário nacional, sendo classificada com a poesia Voar.

Em 2016, classifica-se em Concurso Literário, promovido pela Editora Vivara e participa da Antologia A Poética da Madrugada, da Editora gaúcha Pragmatha. Em 2017, publica em Revistas Literarias Marinatambalo e Mallamargens, sendo, então, em 2018, classificada no Concurso Literario UFG-Campos Catalão, com o poema intitulado Elo. Ainda em 2018, publica, pela editora Pragmatha, o seu primeiro livro de poemas, intitulado Circuitos de Solaris e, em 2019, participa de Antologia de poemas. O livro possui desenho de capa do artista Dilermando de Castro Lemos Costa, e orelha, da ilustre crítica literária, profa. Vera Maria Tietzmann Silva. Em 2020, participa das Antologias Poetas pela Paz, Mulheres pela Paz e Indignados, pela editora Pragmatha.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Fechar Menu
Whatsapp Chat
Envia via WhatsApp
×
×

Carrinho