Jania Souza

Jania Souza é natural de Natal, cidade potiguar, capital do estado brasileiro do Rio Grande do Norte, onde reside. Graduou-se bacharel pela UFRN em Ciências Econômicas e posteriormente em Ciências Contábeis. Trabalha na Caixa Econômica Federal. Tem três filhos que muito a inspiram na contação de histórias. �? poeta, artista plástica, ativista cultural, escritora. Participa das entidades culturais SPVA/RN; APPERJ; Clube dos Escritores de Piracicaba/SP; AJEB/RN; UBE/RN; Movimento Poetas Del Mundo; Movimento Abrace; Associação Virarte/RS; Associação Poemas à Flor da Pele/RS. Publica na web nos sítios: www.blocosonline.com.br; www.escrita.com.br; www.janiasouzaspvarncultural.blogspot.com dentre outros e, também, em coletâneas nacionais e internacionais. Autografou suas obras nos 27º. e 28º. Salão do Livro e da Imprensa de Genebra, Suíça, em 2013 e 14. Em 2007, publicou �??Rua Descalça�?�, poemas, pelas Edições Bagaço/RE, traduzido para o espanhol com o título �??Calle Descalza�?�, publicado e distribuído em 2014 pela Editorial Argenta na Argentina. Em 2009, pela Editora Alcance/RS, teve publicadas suas obras �??Fórum Íntimo�?�, poemas, e �??Magnólia, a besourinha perfumada�?�, conto infanto-juvenil, lançados na 55ª. Feira do Livro de Porto Alegre. Em 2010, �??Entre Quatro Paredes�?� foi editado pela Corpos Editora de Portugal. Em 2014, pela Editora Pragmatha/RS em parceria com a ONG Cataventus, publicou os livros infanto-juvenis �??O Dia em que o Boi falou�?�; �??Nossa Morada�?� e �??O Menino e o Cavalo�?�. Declara: �??Escrevo literatura infanto-juvenil porque amo esse universo com sua linguagem; também por apreciar a recepção infantil e juvenil pelo imaginário desperto pela minha contação que leva a novas leituras dos assuntos que exponho. Com essas histórias procuro proporcionar ao público infantil, além do lúdico literário e o prazer pela leitura, o enriquecimento de seus valores familiares, humanos, pessoais através da valorização da afetividade, do respeito, do fortalecimento das relações consigo e com o outro em todas as esferas da vida. �? na criança onde começa a história da humanidade. A criança tem que ser respeitada e incentivada a desenvolver o melhor em si para se preservar como ser importante que é e partilhar a coexistência em um mundo tão complexo e carente de paz, amor e fraternidade

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Fechar Menu
Whatsapp Chat
Envia via WhatsApp
×
×

Carrinho