Ilva Goulart prepara pela Pragmatha livro sobre traje típico do charqueador

A tradicionalista e atual vice-presidente de administração e finanças do Movimento Tradicionalista Gaúcho do Rio Grande do Sul, Ilva Goulart, está preparando, pela Pragmatha Editora, seu livro de estreia sobre indumentária gaúcha. Sua pesquisa, apresentada na 87ª Convenção Tradicionalista, realizada em 2019 em Jaguarão, no sul do Estado, foca no traje típico do gaúcho charqueador.

Segundo Ilva, a relação entre a pecuária e as charqueadas consolidou o poder das elites no Rio Grande do Sul e o Rio Grande do Sul foi uma das poucas capitanias que deram certo no Brasil, tendo a cidade de Rio Grande, porto de entrada de mercadorias oriundas especialmente da Europa. “Quanto aos estancieiros e charqueadores, eram senhores do poder público e econômico, pois seu enriquecimento era evidente. Trajavam-se com requintado luxo, em contraste com o cenário local que habitavam”, afirma.

A obra apresentará detalhes de cada elemento da indumentária do charqueador, como calças, casaco, jaleco, coletes e outros.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp