“Estampas do Pampa” | Orelha

“Estampas do Pampa” é daquelas obras que remetem a um tempo que nem todos nós vivemos, mas do qual temos saudade. É uma nostalgia que não se explica, apenas se vive, independente de se tocar a existência no campo ou nos grandes centros urbanos.
Cada verso e cada imagem da obra nos torna um pouco gaúchos e por demais campeiros. Ao folhear as páginas de “Estampas do Pampa”, o tempo se alarga, a sensibilidade aflora e o momento pede um bom amargo.
A obra é uma espécie de remédio existencial, para todos nós que temos em nossas raízes o candieiro e norte para uma vida com mais sentido e significado.

Texto produzido pela editora Sandra Veroneze para a obra “Estampas do Pampa”, de Giba Trindade e Marco Santierri.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Fechar Menu
Whatsapp Chat
Envia via WhatsApp
×
×

Carrinho