Encontro

Desceu as escadas apressadamente com o coração aos pulos… O amor de sua vida estava na frente do prédio, saindo de um táxi. Desceu esbaforida! Abriu a porta com pressa! Escancarou o portão e parou… descendo do táxi com um ramalhete de  rosas vermelhas: seu amor com um sorriso iluminando mais do que o sol, um olhar ardente de paixão, um jeito moreno de ser! Parecia que flutuava! Um abraço selou o encontro de amor!

Por Roselena Fagundes

……..
Texto integrante do projeto de exercício literário proposto pela Pragmatha Editora em suas redes sociais. Participe! Em caso de dúvida, converse com a editora Sandra Veroneze pelo e-mail sandra.veroneze@pragmatha.com.br

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp