Com “Quarentena – Crônicas e ReVersos”, escritora Giuliana Iarapoli transforma medo em literatura

“Quarentena – Crônicas e ReVersos” é a obra que a escritora Giuliana Iaropoli lança nesta quinta-feira, 29 de setembro, em São Paulo, pela Pragmatha Editora. A inspiração para o livro surgiu durante o período de encapsulamento derivado das medidas de prevenção de covid-19, ao longo dos anos de 2021 e 2021.

O livro aborda situações que podem ter sido vividas por qualquer pessoa no período radical de isolamento. Sua linguagem cotidiana e informal o aproxima de uma ampla gama de leitores. “A pandemia, além de me fragilizar diante do desconhecido, enfatizou meu medo de perder pessoas queridas. Isso me trouxe uma enorme angústia. Escrever sobre esse momento foi a forma que encontrei para lidar com tantos reveses”, afirma a escritora.

 Giuliana Iaropoli nasceu em São Paulo (SP) em 1976. Formada em Psicologia e em Artes Cênicas, descobriu seu verdadeiro interesse no campo da literatura. Para ela, escrever é uma forma de elaborar suas questões existenciais e de se libertar dos próprios fantasmas. Seu primeiro livro, “Me ajuda, arraial” já manifestava sua preocupação com as fragilidades da condição humana, expressas em “Quarentena – crônicas e reversos”.

O lançamento com sessão de autógrafos será no Bar Iscondido (Rua Lisboa, 449, Cerqueira César, São Paulo/SP), a partir das 19h.  

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp