A luta do luto

— Quando voltará para casa? — Flora pergunta a Amanda.

Ela respirou fundo e respondeu lentamente:

— Não sei, até tenho vontade, mas o que me falta é coragem, madrinha.

— Você não pode continuar fugindo, minha querida — ela fala carinhosamente e passa a mão na cabeça de Amanda. — O que aconteceu não foi sua culpa.

— Não sei — Amanda fala e uma lágrima escorre em sua face. — Tudo poderia ter sido diferente.

— Você falou certo, poderia, mas não foi…

— Eu sei, madrinha — Amanda agora já está soluçando — A senhora não quer que eu fique mais aqui?

— Por favor, Amanda, não me interprete mal, por favor — Flora levanta e abraça Amanda.

— Peço desculpas, madrinha, mas é que dói tanto…

— Sei, minha querida, e acredito que não está sendo fácil para você — ela fala e dá um beijo na testa de Amanda. — Mas já está na hora de voltar e enfrentar a realidade…

— Eu poderia ter ido junto com eles…

— Não era o seu momento, minha linda.

— Estávamos tão felizes, era o aniversário da Alice, íamos comer uma pizza, ideia minha, e tudo acabou daquele jeito. 

— São acontecimentos desta vida que nos foge à compreensão, mas tudo está predestinado e não podemos fugir disto.

— Gostaria de ter sua fé — Amanda fala e aperta os lábios e mais lágrimas escorrem pela face. — Eu estava dirigindo aquela porcaria de carro, talvez se fosse Rico ele teria sido mais preciso.

— Amanda nada poderá mudar o que aconteceu — Flora agora fala firme. — Então, não adianta você ficar arranjando brechas ou qualquer outra coisa, pois nada vai mudar.

— É, madrinha, para dizer a verdade a senhora tem razão, preciso arranjar forças, de onde não sei, mas tenho que reagir — Amanda fala e abraça Flora — Mas voltar para casa? Não sei, acho que vou me desfazer dela, agora é só uma casa mesmo e não o lar que um dia foi…

Por Giovana Schneider

……..
Texto integrante do projeto de exercício literário proposto pela Pragmatha Editora em suas redes sociais. Participe! Em caso de dúvida, converse com a editora Sandra Veroneze pelo e-mail sandra.veroneze@pragmatha.com.br

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp