3ª Noite Literária DeGalpão abordou poesia, boleadeiras e história do RS

A 3ª Noite Literária DeGalpão, realizada na terça-feira, 22 de junho, contou com a participação de autores da Pragmatha Editora e abordou temas como poesia e festivais, a história e panorama do universo das boleadeiras e análise crítica sobre história, contexto atual e perspectiva do tradicionalismo gaúcho.

Os convidados da noite foram o poeta Carlos Hahn, autor de Borboletras; Sandro Bertazzo, autor de Três Marias; e Tainá Valenzuela, coautora de Diálogos DeGalpão. A condução da apresentação foi realizada pelos tradicionalistas Renata da Silva e Rodrigo Gonçalves, com participação da diretora da Pragmatha, Sandra Veroneze.

Carlos Hahn – Carlos Hahn é autor de Borboletras, publicado pela Pragmatha Editora. A obra reúne trabalhos desenvolvidos ao longo de sua vida e premiados, como por exemplo o poema “Calos não calam a fome”, que foi sua estreia nos festivais, na Coxilha Negra, de Butiá, em 2012. Durante a live, ele falou sobre seu gosto pelos temas sociais e apresentou seu ponto de vista sobre temas controversos, como o hino Rio-Grandense, a Revolução Farroupilha, massacre dos Porongos e outros.

Sandro Bertazzo – Sandro Bertazzo nasceu em Porto Alegre e hoje reside em Santa Maria. Foi mecânico de automóveis, militar e hoje atua como dentista. Pela Pragmatha Editora, está publicando o livro Três Marias, que faz o resgate histórico das boleadeiras, uma paixão que se tornou hobby e o transformou em dançarino, pesquisador e escritor. Durante a live, ele falou como surgiu a paixão pelas boleadeiras e seu processo de escrita. Também apresentou sua vontade de realizar um concurso de boleadeiras, para promove a arte.

Tainá Valenzuela – Natural de Rosário do Sul e residente em Santa Maria, Tainá Valenzuela é professora graduada em História – Licenciatura Plena e Bacharelado, mestra em patrimônio cultural e concluinte do curso de Publicidade e Propaganda. Todas as formações são pela Universidade Federal de Santa Maria. Atua no tradicionalismo desde 1997 e na Pragmatha é coautora do projeto Diálogos de Galpão. Na live, falou sobre como as pautas das minorias sociais são tratadas no contexto do tradicionalismo organizado. Também falou sobre o fenômeno dos galpões fantasmas durante a pandemia e os impactos no cenário futuro da cultura gaúcha. Também falou sobre as barreiras de entrada para o ingresso hoje nas entidades tradicionalistas.

Para assistir, acesse: https://www.facebook.com/degalpao/videos/214376920418091

A próxima Noite Literária acontecerá no dia 27 de julho, a partir das 20h, na página do DeGalpão no Facebook.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Fechar Menu
Whatsapp Chat
Envia via WhatsApp
×
×

Carrinho